Na semana do 3º Dia Mundial dos Pobres, a Arquidiocese de Curitiba reforça mensagem de aproximação com a população mais vulnerável

13/11/2019

Em 17 de novembro deste ano, a Igreja Católica celebra no mundo o 3º Dia Mundial dos Pobres. Como mensagem para este ano, o Papa Francisco toma como ponto de partida as palavras do salmista “A esperança dos pobres jamais se frustrará” (Sal 9, 19), que, segundo o papa, “são de incrível atualidade”.

 

A realidade atual ainda é de abandono de muitas pessoas, que vivem sem abrigo e marginalizadas. “É comum vermos os pobres nas lixeiras a catar o descarte e o supérfluo, a fim de encontrar algo para se alimentar ou vestir. São tratados como lixo, sem que isto provoque qualquer sentido de culpa em quantos são cúmplices deste escândalo”, reflete o bispo-auxiliar de Curitiba, Dom Francisco Cota, referencial pela Dimensão Social na Arquidiocese.

 

A reflexão faz parte da carta enviada a todas as paróquias e congregações da Arquidiocese de Curitiba sobre a mensagem do Dia Mundial do Pobre. A carta traz uma recomendação às paróquias para que exercitem o olhar para a população mais vulnerável procurando revestir esse olhar com um caráter comprometedor. “Para além de ações caritativas isoladas, devemos oferecer meios para que possam sair da situação de abandono e de miséria em que se encontram”, diz a carta, complementando que planejar ações nesta semana da Jornada Mundial dos Pobres não significa apenas a realização de mais um evento em favor dos pobres, mas o planejamento e efetivação de ações que os liberte da situação de miséria e abandono em que se encontram.

 

Em um dos trechos, a carta ainda exorta a todos a procurarem entender de fato o que aquele pobre necessita, iniciando pelo cuidado espiritual, indo além de uma primeira doação. “Queridos irmãos e irmãs, exorto-vos a procurar, em cada pobre que encontrais, aquilo de que ele tem verdadeiramente necessidade; a não vos deter na primeira necessidade material, há lançardes sobre eles um olhar de amor e não vos esquecerdes de que a pior discriminação que sofrem os pobres é a falta de cuidado espiritual. Antes de tudo, os pobres precisam de Deus, do seu amor”.

Programa Moradia Primeiro

 

A carta também convida a todos a conhecerem um programa social em andamento em Curitiba, voltado para apresentar possíveis caminhos ao problema social das pessoas que vivem nas ruas. O programa, chamado de ‘Moradia Primeiro’, trabalha com a premissa de o domicílio é o primeiro direito a ser efetivado para a reestruturação da vida das pessoas vivem o drama de estar nas ruas e que buscam sua inserção social. Garantir a moradia é uma forma de promover estabilidade para  que essas pessoas possam enfrentar as demais dificuldades.

 

O programa Moradia Primeiro está em andamento como uma experiência piloto em Curitiba, com a perspectiva de 5 moradias. É viabilizado mediante uma parceria entre o Instituto Nacional de Direitos Humanos da População em Situação de Rua (InRua) e a Mitra Arquidiocesana de Curitiba, contando com apoio da Casa de Acolhida São José, das Irmãs Vicentinas. Além do acesso ao domicílio, os participantes contam com o acompanhamento de uma equipe especializada para colaborar na integração com a comunidade e reinserção social. Toda a sociedade é chamada a ajudar, financeiramente ou com práticas que contribuam com a inclusão social.

 

Assim como diz a mensagem do Dia Mundial dos Pobres, o objetivo do programa é que a experiência possa servir de referência para a formulação de políticas públicas que venham assegurar com dignidade e efetividade o direito à moradia para as pessoas que se encontram em situação de rua.

A adesão ao programa é livre a todos que puderem apoiar: Dados da conta bancária para depósito: Bradesco | Ag 5760 | CC 21030-7 | CNPJ 76.648.500/0001-04. O envio de comprovante de depósito ou a solicitação de boleto por meio do email deve ser feito para: joao@mitradecuritiba.org.br. Para outros esclarecimentos favor entrarem em contato com a equipe da Dimensão Social da Arquidiocese de Curitiba através do telefone (41) 2105 6326.

 

CONFIRA AQUI A CARTA ENVIADA ÀS PARÓQUIAS

 

Cada comunidade é incentivada a pensar o seu agir

 

Além de conhecer o programa Moradia Primeiro, cada paróquia, comunidade, pastoral ou congregação é incentivada a exercitar o olhar pelos mais pobres e a não ser omissos àqueles que se encontram em situação de sofrimento em nossa região.

 

“Nosso incentivo é realizado neste ano no sentido de não calendarizar a Jornada Mundial dos Pobres, para que as ações não caiam no esquecimento na semana seguinte. Não vamos atrelar a solidariedade e a ação voltada ao pobre a uma semana apenas ou a uma ação específica. Neste ano, ao invés de um calendário arquidiocesano da Jornada, o incentivo é para que cada comunidade desenvolva ações que provoquem o olhar solidário que essa semana nos provoca, buscando relacionar a ação a uma política pública que garanta um futuro à população de extrema vulnerabilidade”, comentou o Padre Danilo Pena, coordenador da Dimensão Social da Arquidiocese de Curitiba em programa da Rádio Evangelizar nesta segunda-feira. São diversas comunidades, pastorais e movimentos que promovem nesta semana ações relacionadas com as necessidades sentidas junto aos seus territórios e seus carismas.

 

Missa Arquidiocesana em ação de Graças: 17/11

 

No dia 17 de novembro, 3º Dia Mundial dos Pobres, será celebrada no Santuário Nossa Senhora de Guadalupe uma Missa em Ação de Graças pela Jornada Mundial dos Pobres. Cada pessoa relacionada com a ação social em sua comunidade ou paróquia é convidada para essa Ação de Graças.

 

Participe:

 

Missa no Dia Mundial dos Pobres
17 de novembro, às 18h, no Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, celebrada por Dom Francisco Cota.
Praça Senador Correia, 128 – Centro, Curitiba – PR

 

 

http://arquidiocesedecuritiba.org.br/2019/11/11/na-semana-3o-dia-mundial-pobre-arquidiocese-de-curitiba-reforca-mensagem-aproximacao-com-populacao-mais-vulneravel/

 

Please reload

Posts Em Destaque

A leitura cristã da Bíblia

2/12/2019

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo