A moda agora é mudar o nome do pecado, detona o pe. Gabriel


"O bandido será sempre bandido, mesmo que o chamem de 'vítima da sociedade'", afirmou o padre

A moda agora é mudar o nome do pecado para amenizar a sua gravidade, detonou o pe. Gabriel Vila Verde por meio da sua rede social. O sacerdote baiano, sem papas na língua, elencou eufemismos muito em voga e declarou a seu respeito:


“A moda agora é mudar o nome do pecado, para amenizar a sua gravidade. Porém, a mudança do nome não transforma coisas más em boas. O bandido será sempre bandido, mesmo que o chamem de ‘vítima da sociedade'”.


Mudar o nome do pecado

O padre prosseguiu:

“Por exemplo:

  • Não existe interrupção da gravidez: o nome disso é aborto, assassinato de crianças.

  • Não existe poliamor: o nome disso é promiscuidade.

  • Não existe relacionamento aberto: o nome disso é traição.

  • Não existe amor entre gerações: o nome disso é pedofilia, abuso infantil.

  • Não existe segunda família: o nome disso é adultério.

  • Não existem novos modelos de família, apenas matrimônio e pecado contra a natureza.

  • Não existe “morar junto”, isso se chama fornicação.

  • Não existe “achado não é roubado”. O nome disso é furto.

Não adianta pintar o pecado com cores vivas, pois ele será sempre sem cor, sem brilho, sem luz. Arrependei-vos (Mc 1, 15), diz o Senhor!”.


https://pt.aleteia.org/2021/07/02/a-moda-agora-e-mudar-o-nome-do-pecado-detona-o-pe-gabriel/


Posts Em Destaque
Posts Recentes